terça-feira, 14 de agosto de 2007

Férias

Tenho tentado ir à praia estes dias, bem como fazer outras actividades fantásticas ao ar livre, nomeadamente jogar ténis. Aqueles que me conhecem sabem que este ano comecei a jogar ténis de mesa, tendo ficado viciado. No entanto, ténis propriamente dito, daquele viril, já jogo desde os dez anos de idade, tendo vindo agora a tentar retomar uma prática regular. Já o badminton, para mim, está para os desportos de raquete como os caracóis para a culinária. Nunca experimentei, mas espero nunca vir a ser obrigado a experimentar. Relativamente aos caracois, acho-os nojentos, já o badminton é aquele tipo de desporto que nem chega a ser gay, é nitidamente rabichola.

Resumidamente, é por tudo isto que, e devido a uma vida social que corre a um ritmo estonteante, mudanças de look, e várias propostas de namoro (de mim para elas), não tenho tido muito tempo para escrever no melhor blog de língua portuguesa. Nem neste.

Acabei agora de almoçar, e preparo-me para encontrar alguém para ir à praia comigo, como nos outros dias.

Deparo-me com a seguinte problemática:

1. Ir à praia sozinho com um rapaz está fora de questão, a menos que seja um sobrinho (de preferência entre os 4 e os 7 anos de idade; batem aos pontos os cachorrinhos, no que diz respeito a chamar a atenção das raparigas giras de bikini). De resto, ir à praia sozinho com outro rapaz, nem que seja o Homem-Aranha, é uma coisa muito pouco máscula. A partir de dois a coisa lá disfarça um bocado (mas cuidado, porque levando mais de três amigos já se corre o risco de passar para o "rebarbated side of the force group look". Além disso, falar com amigos (rapazes) na praia nunca se deve ser feito nas toalhas. Por alguma razão se inventaram os campos de vólei e de futebol de praia.

2. O ponto 1 poderia pressupor que o complemento ideal para a virilidade de um gajo seria ir à praia com 7 amigas. Cuidado! Se forem vistos com quatro ou mais raparigas, por muito avionetas que sejam, correm o risco de serem confundidos com outro elemento do clube delas. Do clube, não em termos de equipamento, mas em termos de estratégia de marcação à zona. À mesma zona. Eu aconselho o número dois e três, a menos que a única que consigam convencer a ir convosco à praia seja mesmo uma daquelas que queriam convencer logo à partida. Nesse caso, não há nada que bata uma troca de olhares mais intimista... e a possibilidade do bikini saltar ao nosso lado no banho, depois de um mergulho mais no estilo de arma de destruição maciça.

Um conselho: se forem à praia com raparigas, nunca ponham o protector solar em casa (ai se certas pessoas lêem isto... eu juro que não tive mesmo tempo daquela vez!). Para além disso, levem uma toalha enorme, com espaço para 1,5 pessoas; nunca se sabe que acidentes envolvendo água do mar e toalhas de praia alheias podem acontecer em dias de calor.

...

A propósito de férias: acabei de comer uma omelete (dantes dizia omolete, mas desde que descobri que omelete também era uma palavra válida, passei a escrever assim, por razões mais que óbvias) com queijo, salsichas e cajus (já sei o que estão a pensar; uma omelete com muitos cajus é o alimento predilecto dos jogadores de badminton, mas fiquem descansados que a minha tinha poucochinhos).

9 comentários:

Miuda Stressada disse...

com tantas hipoteses fiquei sem perceber...entao com quem tens ido à praia?

Pão Com Tulicreme disse...

Não resisti... e deixei-te um desafio no meu blog ;) Beijoca

Pedro M. disse...

Miuda Stressada: fui pouquinho ainda, mas tenho ido com duas amigas e o afilhado de uma delas. Duas avionetas e dois homens em ponto pequenino, portanto.

Pão com Tulicreme: Prometo responder ao desafio logo que possível. Não sei se contribui para a tua felicidade, mas é o primeiro desafio que me lançam nestes moldes bloguísticos. Obrigado ;) A parte mais difícil vai ser escolher os meus 7 desafiados (raios, roubaste-me a miuda stressada, ia enviar para ela). ;)

"avioneta" disse...

Com que então sr. Pedro "se forem à praia com raparigas, nunca ponham o protector solar em casa"
(eu li isto!!!!!)
e depois: "ah e tal, esqueci-me de pôr protector solar em casa, n se importam de...pois...!

ainda por cima designas-me por avioneta, um boeing 747, isso sim!!

Pedro M. disse...

Juro que não tive mesmo tempo! Tive de comer à pressa, ir para casa a pé, e buscar as coisas, para que a menina não tivesse de ficar à minha espera. E como os braços humanos não permitem uma correcta distribuição do protector pelas costas... Além disso, se tu precisasses, eu tinha-te posto protector, por isso também não precisas de ser assim :(

A designação de avioneta foi feita apenas para efeitos humorísticos. Sabes bem que tu para mim serás sempre um Antonov An-225 (ou um Airbus A380, se restringirmos isto a aviões de passageiros).

Beijinho no narizinho*

Miuda Stressada disse...

Pedro M.

Nao sei se isto contribui para a tua felicidade mas a Pao com Tuli creme tambem te "roubou de mim"....pensei em enviar-te o desafio.

Pedro M. disse...

Postas as coisas dessa maneira, por acaso contribuiu ;)

"avioneta" disse...

Pronto, ok, estás perdoado, mas só desta vez ;)

Para ficares ainda "mais bem muito melhor perdoado" e já que falaste em rim no teu post "Desafio numbaro 1" que tal irmos lanchar àquela pastelaria muito má que não gostamos nada? ;)

Um beijinho

Pedro M. disse...

E fomos lanchar.

E foi óptimo.

E...