quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Senhoras Sexagenárias Praticando Hidroginástica

Parece que nunca viram um gajo de 20 e tal anos, em boa forma, nadando elegantemente. Continuo a achar que, ou é o meu corpo que é extremamente bem torneado, ou os calções são exageradamente apertados. Pensando bem, talvez seja a junção dos dois factores. Seja como for, acredito que aquilo seja o paraíso na Terra para alguns, na condição de serem pessoas que têm fetiches com velhotas na casa dos 60 e 70 anos, quiçá algumas delas com pé de atleta.

Sugiro que, para a próxima, o instructor seja fisicamente mais atraente do que eu, e dê as aulas em tronco nú, se quiserem que as adoráveis senhoras não olhem tanto para trás. Juro que tento fazer a minha parte, mantendo-me submerso durante o maior período de tempo possível, mas de vez em quando lá tenho de descansar uns segundos e por-me de pé na parte menos profunda da piscina.

Para todos aqueles que pensavam que, devido à minha fraquita resistência, já me teria afogado por esta altura (ou desistido desde muy nobre desporto), afianço-vos que não, muito pelo contrário. Dos 500 metros iniciais (e bem aldrabadinhos), já passei para 750 metros, muito mais bem nadadinhos. Estou até a elaborar (não tanto para meu proveito próprio em termos de análise evolutiva, mas especialmente a pensar na vossa curiosidade) um ficheiro em Excel com a minha performance ao longo do tempo. Mais tarde partilhá-lo-ei convosco, não só através de vários rácios numéricos, bem como de lindos gráficos, dando-vos até a oportunidade de escolher a sua apresentação. Gráficos por colunas, por pontos, em forma de tarte tridimensional? Que o céu seja o limite da vossa imaginação.

Voltando à temática da hidroginástica, gostaria de fazer uma observação. Isto pode muito bem ser ignorância minha, mas aquilo não é apenas tomar banho de imersão em grupo, com sais de banho de cloro, com música pirosa aos altos berros? "Ai é muito bom porque não tem impacto nas articulações e até os mais morbidamente obesitos conseguem imitar as mais lindíssimas coreografias". Será?

A propósito de tudo isto: hoje sonhei que um pombo me tinha cagado em cima. Para mim, é condição mais do que suficiente para querer cometer suicídio. Nem imaginam o alívio que senti quando acordei, com suores frios e tal, mas sem merda de pombo na cabeça (pelo menos fora dela). Poderei, portanto, continuar a minha prática de natação na hora livre, para gáudio de todos vós, amigos leitores, sem que o decréscimo do meu amor pela vida dite o contrário.

4 comentários:

NI disse...

Pedro, relativamente à questão da hodroginástica penso que deves encarar a questão como um serviço à comunidade. As senhoras ao olhar para ti manterão a agilidade física e psíquica que necessitam.

Quanto aos sonhos eu não estaria muito preocupada. Se durante o dia andas com a avioneta na cabeça, natural será qyue durante a noite o Orfeu te mande para junto dos pássaros.

ceci disse...

nadai nadai sem desesperar!!
1km já era qlq coisa... :)aguardamos então e encomendo já um gráfico em escadinha, com degraus mensais! (E esperamos, claro, que a escada suba :P:P)

As velhinhas olham?!
Deixai-as olhar....A maioria delas à distância que estás já nem vê nada! E da mancha que és tu projectado nos seus cérebros, elas imaginam aquilo que bem querem!! :P

good luck!

Jasmim disse...

Qualquer dia as senhoras convidam-te para usufruíres com elas os benefícios da hidroginástica (e da companhia de umas senhoras maduras mas activas :P)!
Passemos à interpretação do sonho: os dados são insuficientes, mas a cagadela de pombo poderá indiciar do ponto de vista psicanalítico o ataque ao ego narcísico, traço este (narcisismo) que poderá ser caracterizador da tua personalidade "bem bonita" (as palavras são tuas!). Ou seja, será que a contemplação que as senhoras sexagenárias exercem sobre o teu corpito bem torneado, constitui uma desvalorização para o teu auto-conceito, tal cagadela de pombo desagradável sobre a cabeça? (Tu é que associaste a cagadela ao episódio das sexagenárias... agora lida com isso, vá! hehehe)

O pensador disse...

Pedro,sobre o olhar das velhinhas acredito que seja de espanto..
Do gênero:"Tão novo e já precisa de ginástica como nós?"

Sobre a cagadela do pombo....bah!...na verdade não era um pombo...isto é....peço-te desculpas pedro mas não sabia que eras tu...

:-)))))))