sábado, 1 de setembro de 2007

Ter a fama sem o proveito

Já não é a primeira vez que isto acontece; voltaram-me a adicionar à mailing list de um grupo de brasileiros. Da primeira vez, dizia respeito a um grupo de trabalho, pelo que me prontifiquei logo a dizer que tinham adicionado o mail errado (há muitas Marias na terra, mas mesmo assim, gostava de saber como se foram lembrar exactamente do meu mail). Ainda acharam que era "zoeira". Lá está o Pedrão a aprontar mais uma - pensaram eles. Ainda hoje recebo um ou outro e-mail relativo ao trabalho daquela empresa, cuja actividade ainda não deu para descortinar. Se ao menos me pagassem...

Desta fez fui adicionado a outra mailing list de outro grupo de brasileiros, mas desta vez de amiguinhos de universidade. Tudo o que não meta trabalho é comigo, decidindo desta vez, como é lógico, não revelar o erro. Segundo consta dos mails trocados, eu sou o Pedro, namorado da Camila Nunes. Vá lá, ao menos não me calhou uma Irineuza ou Varcineide. Aqui vai um excerto:

"Oi Amor, não se assusta com os emails, todos tem pelo menos um parafuso a menos, mas não apresentam perigo!!! :p"

Não assusto não, Camilinha. Mas lá que isso do parafuso é verdade, é.
É que entretanto recebo uma mensagem a combinar um piquenique. Fiquei felicíssimo por saber que a Cauana, para variar, quase deu a certeza de que ia ao piquenique. Não a conheço, mas parece-me ser a cortes do grupo; no entanto desta vez vai. Logo, como seria possível eu não ficar entusiasmado?

A seguir fizeram a distribuição do que cada um tinha de levar. A minha nova namorada vai levar bolo de morango com cobertura de chocolate e a tolha. De resto, tirando um bolo de capuccino, os outros pilantras só vão levar litradas de suco (o de goiaba é para mim, a acompanhar uma fatia de bolo do meu "môr") e salgadinhos de festa (?). De todos os grupos de amigos brasileiros com quem eu podia calhar, porque é que tinha logo de ser com estes pés rapados? Ao menos a Camila vai levar a melhor coisa de todas. Será que isso é indicativo de que eu tive sorte no resto e que ela é a que tem a melhor higiene pessoal de todas as brasileiras do grupo (não estou a insinuar que as outras não têm hábitos de higiene; chiça que vocês pensam o pior de mim), visto que, ao levar bolo de morango com cobertura de chocolate, por oposição a salgadinhos de festa, se apresenta como a mais abastada? Eu sei que há ricaços que são verdadeiros porcalhões, mas, caindo no mal necessário de ter de generalizar, quem tem maiores hipóteses de ser limpinha? A Cauana, que mora na favela, e por isso raramente aparece nos encontros do grupo, por não ter dinheiro para comprar nem um copito de cachaça, ou a minha Camilinha, que mora num AP numa zona nobre do Rio? Um grande selo de hipócrita para esse senhor aí no fundo, que está a gritar "CAUANA, CAUANA" a plenos pulmões (também pode ser fetiche).

A parte engraçada é que a mim compete-me levar "torta de cachorro quente". A pergunta que se coloca é: o que é uma torta de cachorro quente? Ora eu gosto de torta. Gosto também de cachorro quente. Gostarei de torta de cachorro quente? E onde é que isso se pode comprar? É que o piquenique é já depois de amanhã às 15! Já agora, se me souberem dizer em que parte do Brasil é que há um sítio chamado "Bosque Maia" e quanto custa um bilhete de avião para lá (bilhete não, passagem, perdão), também agradecia.

E para além do tópico da higiene pessoal, será que a Camila é jeitosa? Já alguma vez partilhamos momentos íntimos? Se sim, quantas vezes por semana o fazemos? E é com a luz acesa ou apagada? Supostamente sou o namorado dela, acho que mereço saber!

8 comentários:

*tεrεsα* disse...

Tenho familiares no Brasil. Vou perguntar onde fica o "Bosque Maia". Não queremos que percas o teu piquenique, pois não?! E também para conheceres a tua Camila...

E se ficar na zona do Pantanal? lolol...

Joon disse...

És genial!!! :D

Pedro M. disse...

Teresa, se ficar no Pantanal vai ser uma benção e um problema. Quando era pequenino ficava fascinado com a telenovela Pantanal. O problema é que lá deve haver insectos enooooormes!

Joon: até que enfim que alguém reconhece isso. É pena o resto da sociedade achar o contrário ;)

O pensador disse...

Pedro,não sabes o que é uma "torta de cachorro quente"?

Faz uma coisa..

Leva só uma torta de cachorro (pode ser um cachorro qualquer..) e depois quando chegares lá,faz uma fogueira e aquece-a...

(A torta Pedro,continuamos a falar da torta!!!)

Pedro M. disse...

Pensador, neste momento já sei o que é a torta de cachorro quente. É só seguir os passos para confeccionar uma:

1º passo: levar a salsicha para o piquenique

2º passo: ficar em brasa, após saber que há muitas brasileiras envolvidas

3º passo: fica torta quando se percebe que as portuguesas modernas são bem melhores (e mais asseadas) que as brasileiras

4º passo: pedir desculpa aos brasileiros pelo preconceito e aos demais pela ordinarice

5º passo: mas pedir desculpa pq, c#######? eu lá preciso de pedir desculpa a alguém?

*tεrεsα* disse...

Pedro M.,

eu tinha deixado a localização no blogue do Pensador, porque estava a postar lá e não tinha muito tempo...

Mas agora tenho. Por isso, aqui está a informação:

O "Bosque Maia" fica na Cidade de Guarulhos, Estado de São Paulo.

Visita o site:
http://www.guarulhos.org/lazer.turismo.maia.asp

Agora já podes "piquenicar" com a tua Camila. Já não tens desculpa para faltar ao compromisso.

Ab.

Pedro M. disse...

Mesmo tendo em conta que a Camila não é mulher para mim, só tenho é que agradecer o trabalho de pesquisa :)

*tεrεsα* disse...

Não tens de agradecer. Não deu trabalho. Foi só perguntar a uma prima. Os sogros da irmã dela moram perto da cidade de Guarulhos.

Oh.... a Camila não faz o teu género... que pena...

Qual é o teu género? Vê lá se não arranjas 7 noivas como o Pensador... O sonho dele é ter um harem... Mas não digas que eu contei, ok?

Ab.