sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Ui ca bom.

Não podia estar a comer melhor coisa. Pão semi-caseiro (porque a côdea não é tão espessa), miolo fofo e denso, fresco, aquecido até à temperatura ideal, com duas fatias gigantescas (uma para cada metade da bola de pão) de queijo flamengo Loreto, dos Açores.

Mas que verdadeira ode ao pão com queijo! Esperem só um bocadinho, que já ca venho acabar o post.

...

Já está. No preciso momento em que estava a acabar o pãozinho (que de zinho não tinha nada, era bem alarve), começou a tocar uma música bem melosa, mas adequada ao momento. Tentei não me emocionar, mas não fui capaz. O sentimento foi mais forte e tomou conta de mim. Acho que esta estrofe da música, enquanto engolia o último bocado de pão, resume tudo.

" And even though you're gone
You still mean the world to me."

Descansa em paz, pão com queijo. =(

9 comentários:

O pensador disse...

Bem...o amor por um queijo já me parece ser algo mais saudável!
Pelo menos atribui-te o beneficio de o poderes comer à vontade sem te sentires culpado no final..

:-)

Bela Sonhadora disse...

loooooooooooooooooooooooooooooooool O que eu me ri agorinha mesmo ehheehhe

mik@ disse...

ahahaha :)
eu sinto o mesmo mas quando como umas gomas ou um geladinho :)

mik@ disse...

p.s. ja fui comprar as gomas. imagina la a minha cara de satisfeita :)

Lisa's maus feitio! disse...

Que a sua alma descanse em paz (a do pão com queijo)
Amen!
:)

Beijos

Anónimo disse...

isso parece-me uma indirecta não sei bem a quem, ou sei....

Pedro M. disse...

Eu não sou pessoa de usar indirectas. Quanto muito às vezes uso directas que as pessoas não percebem.

O pão com queijo estava mesmo fenomenal. Tive penita que acabasse.

Bela Sonhadora disse...

surpresa pa ti la no meu cantinho =P

Segredo Cor de Rosa disse...

Pois...
Entrei aqui hoje pela primeira vez e gostei.
E saio sem palavras.
os excertos de certas músicas também me acompanham todos os dias!

Um beijo