sábado, 14 de junho de 2008

Só mesmo com mulheres?

Pode ter sido apenas uma questão de azar estatístico meu, mas as mulheres foram as únicas que me fizeram passar pela situação de quererem que eu fizesse alguma coisa (por vezes coisas completamente absurdas), passarem meia hora a insistir comigo depois da minha veemente recusa, até tudo ficar suficientemente confuso na minha cabeça para eu acabar por ceder, para logo a seguir dizerem "agora já não quero, olha!" e ser chamado de insensível e egoísta.

Já com um homem, isto nunca me aconteceu. "Se não queres vai pró ca#@£0", mas amigos como dantes.

Sem comentários: