segunda-feira, 16 de junho de 2008

Viver num apartamento não é pêra doce.

As minhas suspeitas confirmam-se: tenho vizinho(s) novos por baixo.

O historial é o seguinte:

  1. Até aos 24 anos, uma velhinha amorosa, que entretanto morreu (o que foi pena, porque me dava muitos doces e de vez em quando dinheirinho)
  2. Até aos 25 anos, um casalinho de namorados que vieram estudar para a escola de artes da cidade (devia ser o primeiro semestre, porque a rapariga era bem gira e querida, mas com o passar dos meses tornou-se desmazelada e mal arranjada, fruto das influências artsy fartsy que tanta gaja boa corrompe naquele sítio)
  3. Até aos 26, uma mulher com cerca de 30 anos, que eu pensava que era a responsável pela situação lamentável em que agora me encontro (se se vestisse de forma um bocadinho mais feminina eu era pessoa para lhe ir lá pedir sal, dando piri-piri em troca)
  4. De agora em diante, gente horrorosa e sem sensibilidade nenhuma (e de certeza que se vestem mal e cheiram mal dos pés, para além de não apararem os pelos do nariz e os terem assustadoramente compridos, como as antenas de rádio que procuram emissões extraterrestres)
Na semana passada, por volta das 3 da manhã, estava aqui a fazer uma coisa no computador, acompanhado de bela e inspiradora música. Quando desliguei tudo e me preparava para ir para a cama, começo a sentir alguém aqui por baixo a bater com uma vassoura no tecto. Deviam estar a gostar tanto da música que, passados 10 minutos de eu me ter calado, pediam furiosamente o encore.

Já ontem, às 22:30, a coisa foi um bocado mais violenta. A missão era novamente musical, e o meu pezinho esquerdo batia compassadamente no chão. Novamente, sinto outras pancadas de vassoura, mas desta vez com um grau de fanfarronice que puxa por toda a malvadez e despeito que tenho reprimidos cá dentro há mais de duas décadas.

Tenho mesmo de ter vizinhos novos. A anterior, até agora, nunca se tinha queixado e, de repente, deixei de ver o carro dela estacionado na rua durante a semana.

A situação é a seguinte: eu tenho mais que fazer e às horas que me apetecer. Em mais de 26 anos não recebi nem uma queixa, pelo contrário, a minha vizinha de cima até aprecia a minha actividade nocturna e confessa adormecer ao som dela. Não é agora um maçarico armado em boss, acabado de chegar ao prédio, que vai ditar aquilo que eu posso ou não fazer.

Por exemplo, imaginem que trago raparigas cá a casa. E agora, o que é que eu faço? Vou baixar consideravelmente o nível das minhas performances, só para elas fazerem pouco barulho e o vizinho poder dormir descansado? Quando o casalinho de artes fazia barulho a horas impróprias, devido a frequentes discussões, eu também não me queixava (até porque convinha estar atento, não fosse a rapariga vir cá acima pedir ajuda).

Estive a aconselhar-me com a minha sobrinha, que já tem quase 16 anos e, por isso, algum juízo, mas não fiquei lá muito esclarecido. Ela diz que eu estou a ser egoísta e também que existem limites. Pois eu não acho que esteja a ser egoísta; por outro lado, concordo com ela com o facto de existirem limites, e o vizinho de baixo já anda a passar das marcas. Por isso, desenvolvi uma estratégia.

Vou fazer tanto barulho de noite, que ninguém no andar de baixo vai conseguir dormir. Vão começar a chegar tarde ao emprego e o seu desempenho sofrerá com o cansaço, ao ponto de serem despedidos e não terem dinheiro para a renda do apartamento. Resultado? Uma vidinha mais descansada. Para quem?

Para mim.

2 comentários:

Nikky disse...

Se resultar, avisa... Dava-me imenso jeito "livrar-me" do meu vizinho de baixo. Parece sofrer do mesmo problema que o teu... ;)

chateaufiesta disse...

Só existe um pequeno problema na tua táctica... A partir das 22h e até às 08h00 não se pode fazer "barulho". Se a policia for chamada primeiro levas com um aviso, das outras vezes levas com uma multazinha...

Tenho um amigo meu que mesmo fora dessa faixa horário foi multado pois excedia os limites de decibéis permitidos em zonas residenciais mesmo durante o dia ( é DJ e tinha o material no máximo para treinar :P )