quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Momento da Verdade

Não sei se viram ontem a versão portuguesa do programa original da Fox. Eu não costumo ver televisão, mas este tinha de ser. A curiosidade foi mais forte do que eu, e quis ver como é que um formato daqueles se traduzia para um país como o nosso. Tinha algum "receio" de que as perguntas fossem mais ligeiras, já que somos um povo de brandos costumes. "Felizmente" não. No entanto, fiquei parvo com a capacidade da Teresa Guilherme de transformar (ou de deixar transformar) a merda que aquele gajo fazia na vida em virtudes. Para quem não está por dentro do assunto, os concorrentes respondem a 21 perguntas sobre a sua vida privada, a maior parte delas bem puxadas e que exploram todos os seus podres, submetidos a um polígrafo. Depois, no concurso propriamente dito, ao jeito de "Quem Quer Ser Milionário", basta o concorrente ir respondendo sempre com a verdade para ir progredindo em termos monetários.

O gajo que concorreu teve a lata de dizer que aquele programa lhe servia para ele desabafar em público e corrigir erros que andava a fazer. Eu acho que ele apenas fez dois erros na vida. O primeiro foi o de ter nascido; já não dá para corrigir. O segundo talvez ainda vá a tempo, que é o de ser um labrego do caralho.

Desde trair a mulher com várias mulheres e sem usar preservativo (mulher essa que sorria amareladamente e batia palmas a cada pergunta que o marido acertava, ainda que isso significasse ter respondido afirmativamente ao facto de ter ido às putas), a não se esforçar nem gostar de brincar com a filha (sim sim, desculpa-te com essa treta de não gostares de bonecas)...

É engraçada também a existência daquele botão que é utilizado para salvar o concorrente de uma pergunta. É claro que se lhe perguntam se, durante o casamento, foi para a cama com mais de 15 mulheres e o amigo vai a correr carregar no botão para ele não ter de responder, a resposta está mais que dada, não? E, para quem não viu, isto não sou eu a fazer uma piada. Esta pergunta foi realmente feita.

E que dizer dos patamares que permitem chegar com segurança a determinadas quantias de dinheiro? A julgar pelo programa de hoje, imagino uma sequência deste género para a próxima semana:

- Praticou sexo anal com a sua sogra na casa de banho do serviço de endocrinologia do Hospital Curry Cabral?

- ... pffffffff (suor a escorrer da testa)... Sim, é verdade.

A RESPOSTA É... VERDADEIRA!

- Parabéns, respondeu acertadamente à ultima resposta deste nível e encontra-se agora no patamar dos 10mil euros! Estes são seus, já ninguém lhos pode tirar!


Resumindo: há um monte de merda que tem mais 25 mil euros na conta. Só não ganhou mais dinheiro porque a certo ponto decidiu parar, invocando que a família era uma prioridade para ele, que a queria resguardar (é claro que ele não disse isto desta forma, tendo em conta que era um burro de merda que mal sabia falar), e que o dinheiro era importante mas não assim tanto. Meu grande palhaço, tu só não continuaste porque as perguntas iam começar a ser ainda mais puxadas e essa cara de pau já não aguentava muito mais, de tanto caruncho que tinha. Se não querias expor a família nem ias lá.

Não só ganhou 25 mil euros como foi fortemente aplaudido, como se revelar aquele tipo de conduta fosse prova de honestidade. Foi apelidado de homem de desafios e o seu progresso na carreira militar foi enaltecido. Tá tudo doido.

6 comentários:

Tanocas disse...

Completamente tudo doido!!!

Eu não vi mas pelo que contaste...

QUE NOJO!

Coitada da mulher que tb não deve ser muito inteligente... :-S

O pensador disse...

Pedro, não te preocupes, o 1º programa costuma ser sempre ensaiado com actores amadores convidados.
(E roça quase sempre a estupidez)
É mais outro reality-show da treta para alimentar o repertório de fofoca e cusquices de velhas rançosas que nem a Teresa Guilherme...

Por este programa se vê a gravidade "da falta de ideias" que grassa na televisão portuguesa...

ManUel disse...

man vê masé o programa do malato... esse sempre tem piada :) embora as perguntas sejam um pouco idiotas por vezes!

Red disse...

eu vi. apeteceu-me bater-lhe. e a mulher tambem. lol

Lúcia disse...

Eu não vi desde o ínicio... Mas acho que o gajo devia ter vergonha na cara... Humilhar publicamente a mulher e a filha para ganhar dinheiro... Mas sinceramente ela tb deve ser tolinha para ainda continuar com uma coisa daquelas...

Carlos Rangel disse...

Não vi e não vou ver... Mas pela descrição que fizeste parece estar ao nível da TV em Portugal. :) Abraço!