terça-feira, 9 de setembro de 2008

Uma amiga minha...

... que é assistente social, tem a seguinte frase no messenger:

"Solidariedade não é dar o que nos sobra, mas sim dar o que nos faz falta..."

Bem me parecia que eu era uma pessoa muito solidária e com vontade de me dedicar ao bem alheio. É que apesar de ter falta de sexo, o que não me falta é vontade de o andar por aí a distribuir.

Momentos mais tarde, a mesma amiga diz:

- Estou à procura de um corte de cabelo que me agrade.

- Eu também. Convém é que tenha um bom corpo por baixo.

...

Entretanto há um amigo que me diz:

- Foda-se, tou a ver que te tenho de levar às putas. Eu pago e tudo.

- Nunca na vida eu aceitava uma coisa dessas. Conheces bem o meu lema "Recorrer à prostituição é assumir uma derrota".

- Eu arranjo maneira de tu nunca saberes e tau.

- Pois, mas sabes bem que se eu tiver sorte com alguma gaja assim sem mais nem menos, vejo-me obrigado a desconfiar, a menos que seja muito feia. Mas também se for feia não quero.

- Eu pago-lhe para te ir seduzindo ao longo de alguns encontros, e depois já não tens razão para desconfiar.

...

Moral da história: nunca mais vou cobrir na vida porque vou andar sempre de pé atrás. Pronto, venham lá os tremores e os suores frios.

3 comentários:

ManUel disse...

desde que cubras protegido, se não souberes é como estares "apaixonado" por uma pessoa que nada tem a ver com a profissão mais antiga do mundo :P

Anónimo disse...

só para que saiba que adoro lê-lo :)


mafinha

Pedro M. disse...

Mafinha, cuidado com o meu ego, depois ninguém me atura ;)