quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Sair do armário

Sou um superficial assumido. Não chega (nem nunca chegará) apenas a qualidade de se ser boa pessoa. Não me despertam o interesse por tão pouco.

1 comentário:

O pensador disse...

Pedro, se realmente és o superficial assumido que dizes ser, nunca poderás conhecer/sentir a essência do que quer que seja.
Logo..solidamente, que esperas tu vir a ser um dia?