domingo, 29 de março de 2009

Uma vida sedentária...

... normalmente não pode dar bom resultado. A minha rotina resume-se a cama, computador, carro, formação, carro, formação, computador, cama. Não sobra muito tempo para pensar na vida, mas quando o faço, é impossível não me sentir frustrado. Chego a casa com a cabeça esgotada, mas o resto não. Custa-me um bocado a dormir, e tudo fruto de toneladas de energia acumulada. Precisava de esvaziar isto de alguma forma.

Sempre tive a sorte de comer todas as porcarias e mais algumas e ser sempre magro, aquilo a que se chama de um metabolismo acelerado. Mesmo com 27 anos e depois de uns 6 meses de total inactividade física (dantes praticava bastante desporto), fico admirado como é que quase não engordei. Seja como for, não me sinto em forma, e isso é o mais importante. Como não tenho namorada (aliás, amiga colorida, porque com as namoradas a frequência das stickadas também acaba por descer bastante, eventualmente), nem na cama (ou no elevador) dou uso ao fulgor físico que me caracteriza (apesar de andar com uma tremenda rebarba em cima).

Alguma coisa tinha de ser feita. Esta energia não desaparece sem mais nem menos. Se eu continuasse parado ia começar a trepar pelas paredes, literalmente. Corria até o risco de me tornar naquele tipo de pessoas que gasta parte do seu ordenado em putas. Felizmente, antes que isso acontecesse, lá arranjei uma kona.

Tenho montado bastante na minha nova kona. Infelizmente, só tem sido ao fim de semana, mas é melhor do que nada. Ao príncipio uma pessoa ainda não a conhece bem e tem algum receio de se esticar, mas uma coisa vos garanto: mais dia menos dia, esta kona é para partir toda. Ganha ela, que tem uso, e ganho eu, que fico em forma.

No fim de semana passado, fui mostrá-la a uma amiga minha que mora perto da praia. Fui de propósito com ela, e assim que cheguei lá, mostrei-a, todo orgulhoso.

Gostas da minha kona?

Ó Pedro, ai se a minha avó ouve!

Mas é só a marca da bicicleta!

Sai a irmã dela de casa:

Olha pra esta rica kona! Em cima dela deslizo que é uma maravilha!

Ai a avó...

No restaurante dos pais de um amigo meu, durante um jantar com malta amiga, pela enésima vez, ficando toda a gente a olhar para a minha falta de paciência:

Pedro, diz lá outra vez de que marca é a tua bicicleta...

É uma kona, pá!

Durante um passeio com uns amigos:

Ó Pedro, mexe-me essa kona!

Senhora que ia a passar ao lado:

És mesmo porco!

Mas é a marca da bicicleta do meu amigo!

A falar com uma prima minha:

Olá! Olha, finalmente consegui arranjar kona!

Tu arranjaste o quê? Mas tás parvo?

É a marca da minha bicicleta nova.

Pois, só assim é que arranjas kona...

Realmente é verdade. Eu até era para comprar uma bicicleta de outra marca, mas quando vi aquela a preços parecidos com o que queria gastar, confesso que fiquei tentado. Não se desperdiça assim um potencial de piadas básicas deste tamanho. E uma coisa é certa: para o preço, não é nada má. E ainda por cima, depois de ter montado em várias, há que dizer que esta kona já não faz doer tanto o cú.


PS: Cliquem aqui e vão lá ver se acham a minha kona bonita.

7 comentários:

Abobrinha disse...

Ora vê aqui...

Eu mesma! disse...

Só tu!!!!!!!

boas konagens... :)

ManUel disse...

por acaso é uma das melhores marcas que anda praí pelo que ouvi dizer.

tenho um amigo que quando comprou uma kona de 2000 euros, piada basica e facil era constante! :P

Paula disse...

este blog é qualquer coisa.. xD

VCosta disse...

Com todo o respeito prefiro o modelo da Abobrinha!!!
Eu gosto mais de pista lisa... Montanha é mt violento (dará mais gosto talvez, mas...)
Tenho uma de ciclismo, não é uma KONA mas é bem boa e já tem alguma experiência!!! hehehe
Abraço!!!

Betsie Zombie (Vanessa) disse...

HUAHAHAAHH
O que me ri com este post xD haahahah

Sandra disse...

já foram feitas demasiadas piadas relativas á tua Kona, resta apenas dizer que lhe devias tirar os reflectores e por favor, não lhe ponhas uma mini bomba... de resto é bem jeitosita a tua Kona