quarta-feira, 24 de junho de 2009

Mas quem me mandou a mim...

... mandar uma mensagem querida (acho eu) a uma pessoa com a qual tenho pouco contacto (e ainda por cima contacto profissional), simplesmente porque, só de pensar nela, me tornava capaz de dizer o abcedário ao contrário sem demorar mais do que 2 segundos por letra (tentem, é bem difícil, o que atesta a força da sensação de borboletas no estômago)?

Analisando o meu registo de vitórias em termos de engate e consumação, os dados não poderiam apontar mais a favor de ter ficado caladinho e quieto, suspirando apenas nas costas dela.

Facto: nenhuma das namoradas e casitos que tive se deveram ao facto de eu as ter tentado conquistar. NEM UMA. Chegou até a ser confirmado que eu tinha feito tudo de forma perfeita, que eu era especial, que era muito importante para a vida dela, que era bonito (sendo que, neste ponto, em defesa das pessoas bonitas, aquela gaja acha toda a gente bonita), que me tinha esforçado como ninguém (em qualidade e quantidade) mas que simplesmente não havia aquele clique. Por momentos ainda me pensei numa dos tempos de secundário de quem eu gostei, e que mais tarde até lhe mexi no pipi, mas cedo me lembrei de que eu gostava dela num ano, e só a comi bastante mais tarde, quando já me era bem mais indiferente. Em todos os outros casos, das duas uma: ou elas expressavam um interesse bem marcado na minha pessoa (num dos casos, até bastante escandaloso; mas quem disse que eu era difícil), ou então era uma situação em que uma mão lavava a outra. Estás aqui e eu estou aqui, tens a pele sedosa, anda cá roçar-te na minha, pensava eu.

Não quer dizer que eu depois não viesse a gostar delas. Mas, seja como for, nenhuma foi fruto de uma conquista pura e dura, daquelas à antiga, com cartas de amor, duelos pela mão da donzela a cavalo e com pistolas à mistura, mas sem as cartas, duelos, cavalos e pistolas.

Desta vez ainda escapou. Agi por impulso, é certo, mas na certeza de que, sem ter grande espaço de manobra, ou arriscava e me expunha ao ridículo, ou então nunca saberia se teria hipóteses ou não de gerar uma reacção positiva. Para a próxima, quando quiser ir ao pomar, passo por baixo das árvores, mas a fruta que se decida a cair na cesta sozinha. Eu cá já não estico mais a mão para a apanhar. Ou vem verde ou vem podre. A estatística assim o dita.

De resto, no soup for you (como se fizesse diferença)! Next!

12 comentários:

Kika (:P) disse...

Estás a, erroneamente, subestimar tudo o resto - ponto I.

Tu foste irrepreensível, no que toca à "menina" (e em relação a ti próprio) - ponto II.


Não deu os frutos que se pretendia, é um facto - A-ZA-RI-NHO (felizmente, há mais fanecas no mar) - ponto III;


Os frutos que deu, só os conhecerás daqui a algum tempo mais. Wanna bet?


Bom corneto. :P

Pipoca disse...

Estou aqui a tentar tirar conclusões... as coisas que dizes... honestas, sinceras, tipicas de gajo... versus a população de seguidores maioritariamente femininas...

Cá por mim continuo...

Abobrinha disse...

Meu menino

Se eu desistisse só com uma contrariedade, bem que já tinha desistido há muito.

Verdade seja dita, ando com vontade que alguém me tente conquistar a sério!

Mas sabes como diz o outro: if at first you don't succeed, try and try and try again. É a vida! Boa sorte para a próxima! E para a seguinte, se essa não funcionar também!

Eu Mesma! disse...

Concordo com a abobrinha...
se baixarmos os braços sempre que algo não corre como esperamos... então deixamos de viver....

luta por ti!

e se isso implica seres rejeitado 50 vezes... apenas irá dar mais valor à vez 51 :)

Pipoca disse...

Espera: a mensagenm foi à quanto tempo????
A menina pode estar a reflectir, a pensar o que reponder...
Ela sabe que se responder, tu responderás de volta, e ela responderá novamente.....and so on
Pode estar a fazer um balanço da situação, não penses já que não está "virada" para a tua cesta
Beijos

Bela Sonhadora disse...

totó!!!!!!!!! sem mai nada a dizer :p

Anónimo disse...

Devias fazer um post sobre tentativa e erro lol As x é preciso agir por impulso. Se racionalizamos tudo e todas as decisoes que tomamos, somos robos e n seres humanos. Pa proxima metes um ps na msg e dizes que ofereces um mirnete caso aceitem jantar ctgo.

Amar e Falhar sao 2 palavras que andam de maos dadas

de Marte disse...

Deixa-te de merdas.
Até parece q te vais lembrar disso daqui a uns tempos.
Ya, uma sms, e daí??
uuuuuuuuuuuuuuuuuuh, que terror. que pânico!

:)

Faz-te um homem!

É exactamente isso: NEXT, PLEASE!!!

de Marte disse...

(o "please" é só de bom tom...)

é... hoje deu-me para isto...

jagga disse...

gostei do "continua a tentar" é que toda a menina gosta de um bom stalker...

yeah raite...

Fez-me rir um pedacito... pá, não deu, não deu, siga para bingo... Agora não te esqueças que por muito que elas digam o contrário, a verdade é que "nice guys finish last"...

Tu como homem sabe-lo bem... Elas dizem muita coisa "que querem ser conquistadas" e que querem "alguém que se preocupe" e bla bla feminino, mas sempre que revelas interesse estás só a saudá-las com a cabeça e a permiti-las verem os gajos atrás de ti... é a velha máxima do "este já está, vejamos se não há por aí mais nada disponível, depois, se não houver volto a este".E chefe, falta de amor próprio é que não...

repito o comentário de Marte... Next,please!!

Ao menos tentaste...

Marcelo disse...

Muito bom seu blog.

Anónimo disse...

Adorei. O problema é que algumas estão mesmo à espera de serem colhidas... ;) Acredita...