terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Como é que se compra...

... um caralho das Caldas, especialmente se tivermos em conta que é um gajo a comprar? Queria comprar um pequenino, daqueles de lapela, por causa da prenda do amigo secreto num jantar (é melhor escolher um lugar estratégico perto das prendas, não vá ele calhar a um gajo), mas a abordagem não está estudada. Não vou lá chegar e pedir um caralho. Era um caralho pequenino para por ao peito, faz favor. Pode ser aquele ali, embrulhadinho. Também não vou pedir um pénis. Pénis é pior que caralho. Soa mal que se farta. E então? Pirilau? Verga? Narso? São Bernardo? Tomar uma decisão destas sozinho é fodido comó caralho.

Se eu tivesse mesmo a certeza que a prenda ia calhar a uma gaja boa (já que não conheço metade das pessoas que vão ao jantar, provavelmente), até lhe dava o meu, mas como puseram a fasquia do valor máximo nos 5 euros...

8 comentários:

Abobrinha disse...

"Era um caralho pequenino para por ao peito, faz favor."

Isso não é tecnicamente um br... alfinete de peito?

Eu Mesma! disse...

talvez ires a obidos seja mais facil????

lollllll

Toby ou Planante disse...

Se te aparece um homossexual...tás fxdxdx!

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Tenho uns quantos em casa, posso dispensar-te um. É daqueles dentro de uma caneca. Serve?

João Marques disse...

E que tal?
"Eu queria um broche do caralho para pôr no peito de uma gaja"!
Por experiência própria as vendedoras de essas lojas são senhoras com alguma idade, que ao contrário do que pensamos, têm um espirito aberto, não se escandalizam, e além do mais querem vender!

P.S.! Caro maninho peço desculpa por conspurcar o seu blogue com estas ordinarices.

de Marte disse...

A ficar mais ordinariozinho, hein? Oh boy, tás a apurar!!!

:D

Depois conta q prenda compraste e que género te calhou.

VCosta disse...

Há situações do caralho mesmo...

Sam Martins Pinheiro disse...

Pois um caralho para fazer de broche, é uma compra da piça, mesmo! Não seja mariquinhas e pega no caralho das Caldas e paga! Logo vi que tinhas cara de ser das Caldas! Abraço