quinta-feira, 20 de maio de 2010

Senhores do Saúde 24

Queria apenas dar-vos uma achega. Todas as palavras que envolvam cocó são extremamente engraçadas. A própria palavra "cocó" é engraçadíssima. Lá está, envolve cocó. É o que eu digo.

Portanto, quando perguntam "Então e quantas dejecções já efectuou hoje?", não fiquem ofendidos se uma pessoa, mesmo se for o próprio doente, se borrar (verbo que significa o acto de fazer cocó em barda, mas que neste caso indica apenas rir alarvemente) todo a rir. Só se uma pessoa estiver às portas da morte é que nem um sorriso esboça.

Já agora, com o novo acordo ortográfico, "dejecção" perde o primeiro "c" de "cocó", não perde? Até vem a propósito. Sempre que efectuamos uma dejecção, acabamos por perder um pouco de nós.

7 comentários:

Cláudia disse...

Que post de cócó!
Eu não quero imaginar a cara dos senhores do saúde 24 quando o doente se desmancha a rir, ou neste caso se borra a rir, quando fazem uma simples pergunta :)

Já agora, és tu que tás doente?
Se fores, as melhoras :)

Pedro M. disse...

Obrigado Cláudia. Por acaso até costumo estar sempre doente, mas é da cabeça.

Cláudia disse...

Pedro, já somos 2 ou varios milhões a sofrer desse mal!

Margarida disse...

Gostei da brilhante conclusão LOL

Inês disse...

Continuo na minha, o mundo mudou na ultima semana, se não foi o 24 horas nem o nosso primeiro, então foi mesmo o cócó.

S* disse...

Olha que teoria de merda. :P

Anónimo disse...

maior..