segunda-feira, 14 de junho de 2010

Os golos são como o ketchup

"Umas vezes, por muito que se tente, não saem, outras surgem todas de seguida."

Esta frase é do Van Nistelrooy, tendo sido a citação utilizada pelo Cristiano Ronaldo na última conferência de imprensa.

Desde essa altura, já ouvi chamar de tudo ao Ronaldo, desde bronco e afins para cima. Ou é porque não sabe falar, ou porque a frase é estúpida, ou isto ou aquilo.

A frase, de estúpida, não tem nada. Quem não perceber o sentido da analogia (embora o ketchup hoje em dia já seja de utilização mais simples), ou tem menos de 6 anos, ou é idiota.

Quanto ao não saber falar, acho até que ele fala muito bem. Uma coisa é ter pouco vocabulário e dar os pontapés ocasionais na gramática (e sabe-se bem porquê). Outra é não saber falar. Queria ver quantos iluminados deste país fora seriam capazes de se exprimir com desenvoltura em público, quanto mais no contexto de um evento destes.

Sinceramente, se eu estivesse no lugar do gajo, tinha pelo menos o dobro ou o triplo da "arrogância" que ele demonstra. Ia aproveitar as oportunidades que ser um dos melhores do mundo me proporciona, e ia cagar bem de alto para qualquer juízo de valor menos profundo que tivessem a menos respeito.

Quantos de nós somos sequer bons nalguma coisa, quanto mais os melhores?

11 comentários:

A. disse...

Concordo contigo. Não é preciso enxovalhar tanto o miúdo por uma frase que nem sequer é dele. E que tem sentido. O rapaz de parvo tem pouco. Sobre o não saber falar também concordo com a tua opinião. Tomara muitos terem a fluídez do discurso dele perante as camaras e os olhos do Mundo inteiro. É um desenrascado e isso ninguém pode negar!

treteiro disse...

quantos de nós somos os melhores? Eu... eh eh eh eh

Nervos em frangalhos disse...

Concordo com a última parte do teu post. Com o início nem por isso. Muitos de nós não falariam com desenvoltura e por isso é que se dedicaram a outra coisa. O Ronaldo não está sob atenção pública só há dois dias, já se podia ir cultivando. Também não é obrigado a evoluir mais, mas sujeita-se. E a analogia, seja lá quem a fez, é palerma.

JoaoPCF disse...

epa tambem sou fa do ronaldo.
nem todos podem ser um federer mas o gajo joga que se farta.

Sofia disse...

Somos sempre bons em qualquer coisa mas se calhar estou a ser optimista demais para o estado de espirito da maior parte dos portugueses.
Enfim...

J. disse...

Olha o namoradinho a defendê-lo... Se fosse um gajo qualquer, especialmente do benfica, já existia um post neste blog a gozar co gajo, mas como é o Ronaldo...
Mariconço

Pedro M. disse...

J.:

Eu acho é que tu não suportas que alguém defenda o CR como jogador de topo que é, especialmente tendo em conta que ele é muitas vezes exageradamente atacado. O que é que se passou? Ele foi-te ao rabinho e nunca mais te ligou? Sentiste-te usado?

J. disse...

Ao meu não foi de certeza, enquanto que ao teu não sei não.. Eu por mim não quero saber do ronaldo. Não engraço particularmente com ele, mas só acho caricato a pessoa que goza com todos os seres vivos e alguns até já mortos, defender com tanta garra o gajo. A que conclusão posso chegar, que andaste a acariciá-lo..
Pedro e Ronaldo, sitting in a tree, K..I..S..S..I..N..G..
Heheee...

Ptt bem chefe índio

ahlebA aiaM disse...

Sem dúvida.
Não nutro grande simpatia por ele, mas sei reconhecer que ele é bom naquilo que faz. E Mais,esforça-se para tal. O homem para se dedicar ao futebol não pode ser uma "ás" na Linguística. Mas também....quem o é?!?!?

v.s disse...

As pessoas exigem tanto dele para além do que lhe compete fazer que é uma coisa parva. é quase marcação cerrada...

Raquel disse...

Muito bem dito! Estou contigo a 100%. Cá em Portugal gosta-se de falar mal do que é português! Não se percebe...