domingo, 11 de julho de 2010

A minha principal preocupação...

...quando vou sair para algum lado em que o convívio é sentado, é avaliar qual o número de cadeiras disponíveis por cada mesa, comparando posteriormente esse valor com o número de indivíduos grupo.

Caso a taxa de ocupação do espaço seja elevada, não me interessa quem faz parte dele.Podem ser crianças, idosos, inválidos ou até mulheres. O facto é que eu vou acelerar o passo e agarrar uma das últimas cadeiras existentes. Não é que precise de ficar sentado; tenho boas pernas. Não gosto é de ter de pedir nada a ninguém, mesmo que se trate de um assento.

1 comentário:

S* disse...

Já eu evito ficar nas pontas, é desagradável.