segunda-feira, 12 de julho de 2010

A minha relação com as loiras

Às vezes um gajo olha para certas gajas e pede ao amigo do lado que, caso alguma vez se apaixone por uma daquelas, que arranje maneira de fazer fracassar a relação. Nalgumas ocasiões, não podíamos estar mais certos; noutras tantas, há que assumir uma certa dose de exagero.

A verdade é que, dependendo do ambiente e do nível de rebarba, há várias mulheres que, embora não façam parte da lista de convocados, se apresentam como bastante comestíveis. Por exemplo, basta estar calor, haver uma mini-saia, cair-lhe a carteira e ela dobrar-se noventa graus para a apanhar, e os requisitos mínimos são automaticamente atingidos.

A minha relação com a cerveja é igualzinha. Eu não gosto muito de cerveja. Sou capaz de beber de vez em quando, socialmente, mas não passa muito daí. Se tiver mulher, portanto, acho que nunca lhe vou bater (acho!?). Agora, metam-me dois ou três pires de tremoços bem salgadinhos à mistura e é ver-me a despachar minis como se fossem judeus num campo de concentração alemão.

11 comentários:

Pacica ♔ disse...

Há coisas assim, depende da junção. Tenho amigas que também comem cenas manhosas só por causa do acompanhamento. :P

A comparação final foi "horrível" mas ri-me mais do que devia admitir!

Pedro M. disse...

Oh Pacica, desculpa :( Realmente podia ter dito intelectuais polacos em vez de judeus; não deixava de fazer sentido e tinha o mesmo efeito.

Desculpa* :(

Dani disse...

Quando um homem já está com uma 'pedrada' daquelas até o maior trambolho lhes serve. O seu nível de exigência é nulo.

Cerveja, para mim, só em casos mesmo extremos onde já não nada para se beber.
Entre estar a seco e beber cerveja, que venha a cerveja!

alexandra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pólo Norte disse...

Pluralidades de uma rapariga loira... ;)

Pedro M. disse...

Alexandra, ainda consegui ver o teu comentário a tempo :P

Onde é que está esse sentido de humor? Descontrai, pá! São só judeus.

Oops, I did it again.

Inês disse...

Ai que nem sei o que diga...

*XS* disse...

Também tenho uma certa dificuldade em beber cervejas, minis então é impossível.

Com as miúdas já me controlo mais, então se elas vestirem mini-saia e dobrarem 90º... quem fica a ganhar é mesmo o meu psicólogo. :)

treteiro disse...

estou a achar estranha esta aversão colectiva à cerveja... eu despacho minis, finos, imperiais, "pressions", médias, canecas, quenhas, de lata, e de todas as formas possíveis... não há bebida melhor, e tenho a barriga que o demonstra

CAL disse...

Estou mais feliz por saber que não sou a única a não gostar de cerveja. :P

iwannamakebabies disse...

Eu cá sou Xique até desachega só bebo cerveja importada, derroto heinekens qué uma maravilha. Sou o orgulho da minha mãe.Ou não.