quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Descubra as diferenças #1

1989: Cada cadeira de escritório giratória que encontrava era pretexto para me sentar e pôr-me a girar nela até ficar tonto, tentando sempre superar o record de voltas consecutivas sem voltar a dar balanço.

2010: Cada cadeira de escritório giratória que encontro é pretexto para me sentar e pôr-me a girar nela até ficar tonto, tentando sempre superar o record de voltas consecutivas sem voltar a dar balanço.

14 comentários:

Margarida disse...

Denoto ai' uma certa evoluçao...

S* disse...

Realmente... evoluíste que foi uma coisa louca...

Fi disse...

21 anos a mais...

Pedro M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro M. disse...

A verdade é que eu sou a prova viva de que vale a pena sermos persistentes naquilo em que acreditamos. Mais tarde ou mais cedo vamos colher os frutos desse esforço. Não imaginam o número de voltas que o meu record aumentou desde que me iniciei na modalidade.

Verytonta disse...

Ahhahahah! Estas diferenças...
Bjs

Daniela Teixeira disse...

Boa evolução. E conseguiste conjugar o verbo "encontrar" no Pretérito Imperfeito e no Presente.
Isso é que foi inovar :)

...:Ju:...® disse...

Aposto que as cadeiras à 21 anos eram muito mais fixes. Pelo menos as cadeiras à 17 anos eram!

lu disse...

Diz lá: agora, sentes-te realizado, não? ;)

Vera disse...

És mas é um ganda maluco! :-)
Não te esqueças depois de pôr pó-de-talco nas assaduras...

ODEUSQUERI disse...

21 anos melhoraram as cadeiras
piorou quem estava sentado nelas

Banda in barbar disse...

resulta
depois de 21 anos a andar
tonto em cadeiras giratórias
obviamente não há melhoras
quem tonto gira,tonto fica

zé disse...

é fantástico 21 anos depois ainda conseguires olhar para as cadeiras de escritório da mesma maneira :)

Ela disse...

e o record de voltas é qual? se calhar era interessante a divulgação. Anos nisso...