quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Lá porque se consegue, não quer dizer que se deva fazer

A complexidade nem sempre é sinónima de coisas bonitas ou interessantes. Que o diga quem assistir a este vídeo de mallakhamb, um desporto bastante popular na Índia. Se alguém tinha dúvidas de que o homem moderno não é mais do que um ramo evoluído da ordem dos primatas, aqui têm a prova (especialmente o segundo exemplar). Praticado especialmente por indivíduos do sexo masculino, tem expressão também no ocidente através da variante feminina praticada em varões de inox.

Uma coisa é certa: eu hoje acordei com a certeza de que o Sexo e a Cidade era a coisa mais ridícula inventada nos tempos modernos e afinal tive de voltar atrás na minha posição. Enfim, desfrutem, se conseguirem.

6 comentários:

Pacica ♔ disse...

Isso é muito tempo morto a vaguear no youtube :P

Miss quero-paz-no-mundo-e-tal disse...

Discordo completamente... "Sexo e a Cidade 2" e o pior filme do ano e do seculo. Mil vezes mallakakhamb a ter que ver esse filme outra vez. E quando te apetece um aguinha de coco no calor dos topicos saber mallakhamb pode dar muito jeito.

Madalena disse...

Tb discordo. Não conhecia mallakhamb e fiquei bastante impressionada, achei fantástico!! E nada a ver com a dança do varão. Lá pq é usado um varão, não pode ser factor de comparação. Mallakhamb é uma ginástica acrobática, dança do varão é uma dança acrobática sensual.

Pedro M. disse...

Pacica: Se tivesse mais oportunidades de jogar ténis, não passava tanto tempo no youtubi :P

Miss quero-paz-no-mundo-e-tal:

És capaz de ter razão. Sexo e a Cidade é mesmo muito mau. Onde é que eu estava com a cabeça?

Madalena:

Pelos vistos não ficou suficientemente claro que eu estava a ser irónico na comparação. Ainda assim, consegues ir mais à frente. Dança acrobática sensual? Lol :P

Madalena disse...

Obviamente que percebi que estavas a ser irónico, mas não deixaste de fazer uma comparação. É o mesmo que comparar ténis ao ping-pong.

Quanto ao nome a que apelidei à dança de varão, vejamos: é uma dança? sim. É acrobática? Sem dúvida nenhuma. É sensual? Os homens que o digam, mas ao que parece, a maioria concordará :)

Ela disse...

eu cá achei graça ver a forma enérgica como se seguram ao tronco!