segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Era dos poucos gajos...

... sobre quem um homem podia dizer que tinha pinta, sem ter receio de ser apelidado de homo. Proporcionou-me a melhor decapitação (humana) de sempre. Sempre pensei que se fosse safar.

Não safou.

Se algum dia tiver de sacar a cabeça a alguém com um gladius, lembrar-me-ei de ti.

Agora é que é mesmo private, prometo.

Em vez da FNO, devia ir para um CNO.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Nunca ninguém me descreveu tão bem.

Não sei se já reparaste:

Tens 30 anos, são não-sei-quantas-da-manhã, tens a tua namorada semi-nua ao lado na cama e, no entanto, estás a fingir que o teu braço esquerdo é um periscópio.