segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Amor é...

A S* acha que amor é "não sair de casa sem lhe dar um beijo, mesmo que ele esteja no seu sétimo sono. Dou-lhe um beijo, ajeito-lhe as mantas e aí sim, posso sair".

Errado. Amor é virem-nos fazer isso e nós não dizermos "deixa-me mas é dormir, caralho", fingindo que continuamos a descansar.

9 comentários:

MartaP. disse...

que fofinho! ehehehe

AC disse...

Isso é amor VERDADEIRO!

Amélie disse...

Quantas caralhadas são reprimidas em prol do "amor"!

Pink Poison disse...

Ui, até fiquei emocionada de tanto amor neste teu post!

Anónimo disse...

blog da S*, um exemplo de " Os meus [blogs] preferidos continuam a ser aqueles que são tão maus que até dão gosto." ?

Pedro M. disse...

O blog da S* não está nos favoritos por fazer parte da minha lista de maus. Está sim por ser de uma pessoa simpática que desde há muito tempo me habituei a ver comentar. Em relação aos mesmo muito maus costumo, na maior parte dos casos, guardar segredo, não vá a coisa agoirar e o blog em questão acabar.

S* disse...

ahahah

Olha, Pedro, às vezes dá vontade disso, dá.

Quanto ao Anónimo que resolveu meter veneno, porta da rua é serventia da casa. :P

Stiletto disse...

Há uma parte de mim, a melhor talvez, que sente sempre vontade de fazer caretas ao anónimos maldosos e cobardes, que dizem mal só porque sim, só para (tentar) achincalhar, só porque provavelmente quando estão cara a cara engolem e calam.
A outra parte de mim não resiste em mandá-los para a real puta que os pariu.

Ni disse...

Basicamente, é isso mesmo! :)

http://wwwpodepalcopt-ni.blogspot.com/