quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Parvoolimpicos

Cenário:

Eu e a unida de facto corremos alegremente (not, suplício) na zona onde moramos, como é habitual (not, é quando calha) no nosso treino de fim de tarde. Na última volta, apesar de estarmos com os bofes meio de fora, costumamos fazer uma corrida.

Eu - Corrida?

Ela - Sim, a contar a partir do próximo candeeiro.

Começa. Ela vai por dentro e ganha vantagem. Eu abrando na curva porque as solas dos ténis já não estão famosas (nunca mais sigo as sugestões dos looks por menos de 100€), e não me quero espetar na areia da curva, indo com os cornos às pedras.

Asfalto. Começo a desenvolver a minha velocidade fenomenal, quando ela já dava a coisa por garantida. Ultrapasso-a, para não mais perder a liderança.

Ela - EI, ISSO É BATOTA!

Eu (a arfar) - Porquê?!

Ela - As tuas próteses são mais compridas do que as minhas.

2 comentários:

Me, My Shit and I disse...

Passo a vida a queixar-me do mesmo. É verdade!!

AC disse...

hehehe... Speedy boy.