quinta-feira, 11 de junho de 2015

Só para os mais hardcore de memórias elefantinas

Alguém se lembra/sabe o que é que se passou com a Marianinha, que tinha um blog que era o gelado com chantili? Será que as doutoras lá da biblioteca do bairro a proibiram de vez de ir lá à net prosseguir com a sua rubrica de moda e o seu romance em pequenos capítulos, ou foi mesmo algo de mais grave?

terça-feira, 9 de junho de 2015

Barraca do Inferno

Sendo que uma pessoa, para estar informada, tem obrigatoriamente de ver o Trio de Ataque, O Dia Seguinte, o Playoff, o Tempo Extra e outros que tais, como é que é possível sobrar tempo a alguém para ver a Barca do Inferno? Convenceram-me a ver um, com o argumento de que aquilo era só mulheres, mas nem sequer havia nudez (se bem que a falta deste requisito nem sempre é um ponto negativo) e não discutiram nem um dos jogos mais polémicos do fim de semana.

Não conseguindo fugir, no entanto, à mini-polémica do momento (que nunca estaria talhada para superar o mediatismo da transferência de Jesus para Alvalade e a tentativa do ex-PM de se tornar no Mandela português quando não passa de um Zico), resta-me desejar que alguém ofereça prontamente um voucher para uma massagem à Manela, que isto de uma pessoa se enervar assim tanto não pode fazer bem à saúde.

E a Isabel, já respondeu? Pergunto por mera curiosidade e não como forma de pressão, que as narrativas são como Roma e Pavia.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Estrunfe?

Estou curioso para saber qual vai ser o novo nome dado aos prémios Stromp.

De um ressabiado, os meus mais sinceros parabéns

Um colega meu da escola, embora não a título individual, ganhou um globo de ouro.

No princípio, sempre pensámos que ele nunca fosse capaz de aprender a ler bem, mas agora vêmo-lo chegar a este patamar.


Ainda não deve saber ler, mas bitches, please, há prioridades na vida.

Inversão da ordem da vida

Necessitando de 6 milhões por ano, num total de 18 milhões para um contrato por 3 temporadas, porque é que é o sobrinho a emprestar o dinheiro ao tio e não o contrário?

Jesus:

Este banco é demasiado pequeno para nós os dois. Fazemos um duelo para ver quem vai para o camarote?

O Leão, lá fora

Embora nada tenha a ver com o nome, lá fora somos conhecidos por Sporting Lisbon.

Tenho medo que nos passem a chamar de Sporting Luanda.

A vida depois dos 40

Jorge Jesus é um bom exemplo para desmistificar a ideia de que, em Portugal, é quase impossível voltar a arranjar emprego depois dos 40, estando as pessoas mortas para o mercado de trabalho.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Coisas para bloggers que não se ensinam em cursos para bloggers*

Não seria melhor incluir no header "blog escrito em parceria com as marcas A, B, C, D, E e Y", poupando assim tempo no copy paste na escrita e livrando os leitores daquelas inestéticas letras pequeninas que aparecerão, inevitavelmente, escondidas algures em cada post (segundo as regras, claro)?

E aquela final da taça ontem, hã?





*post escrito em parceria com o ressabiamento desenvolvido pelos pelintras com blogs a quem nunca ninguém dá nada porque não se conseguem associar a quem é trendy nem se importam com o que é trendy, ao contrário do que é ensinado nos cursos para bloggers. Foda-se, é que nem um fim-de-semana no Gerês num hotel de duas estrelas que parecem quase três ou mísero creme anti-rugas.